ECOtivando

15 de maio de 2016

O projeto ECOtivando tem como objetivo o empoderamento de uma comunidade de ex-dependentes químicos através de treinamentos e capacitações de manejo agrícola sustentável. Além disso, buscamos transformar a clínica de reabilitação em que vivem em um ambiente mais descontraído e dessa forma motivá-los a finalizarem seus tratamentos.

13262467_10206196658052547_1690249008_o

HISTÓRIA DO PROJETO

O projeto ECOtivando começou a tomar forma em meados de 2015 com um objetivo um pouco diferente do que temos hoje. A ideia inicial do projeto era trabalhar com pequenos produtores rurais da cidade de Pirassununga – SP, a fim de transformar o método em que utilizavam para o cultivo de vegetais  em uma agricultura orgânica. Porém, em pesquisa realizada com produtores da região, não encontramos nenhum que estivesse disposto a mudar seu método de cultivo; uma vez que a agricultura orgânica pode demorar até 3 anos para se estabilizar e que nesse tempo, sua produção poderia diminuir significativamente antes de se tornar orgânica.

d1544500-9269-46d7-a837-829a7e52ce25

Assim, iniciamos 2016 em busca de uma outra comunidade em Pirassununga para desenvolver o projeto ECOtivando e adaptá-lo às possíveis vertentes, mas sempre mantendo nossa essência: uma agricultura sustentável! E logo, tivemos o oportunidade de conhecer uma comunidade de ex-dependentes químicos na qual atuamos desde então.

 

COMO O PROJETO FUNCIONA

O projeto é desenvolvido dentro da clínica filantrópica de reabillitação Renascer, em Pirassununga – SP  e tem duas frentes principais:

1)    Dentro da clínica Renascer

Um dos objetivos do projeto é empoderar os internos e coordenadores da clínica com treinamentos e capacitações de manejo em uma agricultura sustentável. Através desse empoderamento, o projeto visa melhorar e aumentar a horta que existe na Renascer, para que ela seja grande o suficiente não apenas para o consumo dos próprios internos, como também para futuras vendas de vegetais.

Dessa forma, os internos poderão vender os vegetais que eles mesmo estarão produzindo e além disso, diversas pesquisas apontam o benefício de estar em contato direto com a terra: além de ajudar a diluir as preocupações e canalizar a energia em algo positivo, cuidar de uma outra vida tem um valor imenso emocionalmente.

Ainda dentro da Renascer, trabalhamos semanalmente com os internos diversos tipos de dinâmicas a fim de descontraí-los e quebrar a rotina diária deles, além de dinâmicas motivacionais que mostram a importância de concluírem seus tratamentos.

f966ab26-d35c-4f37-85d5-4c7bc3ec9e7c

2)    Fora da Clínica Renascer

Um segundo objetivo do projeto é entender o porquê um grande  número de dependentes químicos deixam a clínica sem que concluam seus tratamentos e buscar um decréscimo nessa taxa de evasão.

Para diminuir esse índice, precisamos motivar os internos a continuarem seus tratamentos, e para isso, pretendemos transformar a clínica em um lugar que eles se sintam acolhidos. Assim, uma das ideias do projeto, é utilizar o dinheiro arrecadado a partir da venda de vegetais com, por exemplo, a compra de alguns jogos de tabuleiro e instrumentos musicais para que os internos possam se distrair e desenvolver novos hobbies enquanto em tratamento.

Também trabalhamos com a conscientização da população com relação aos ex-dependentes químicos (que são, muitas vezes, marginalizados), através de ações pontuais na cidade de Pirassununga, além da divulgação por meio de panfletos que futuramente serão distribuídos para os consumidores dos produtos da horta Renascer.

A conscientização também está sendo realizada em escolas públicas da cidade de Pirassununga, com alunos entre 04 e 10 anos de idade com relação aos benefícios de uma alimentação saudável, livre de agrotóxicos e que não seja prejudicial ao meio ambiente.

316541f0-3d64-48e7-b241-a676f097d5df

NOSSA VISÃO

Empoderamento dos internos para uma melhor reinserção social;

Uma produção de vegetais mais sustentável e  livre de agrotóxicos;

Aumento da renda da clínica Renascer através da venda dos produtos da horta.